Bem Vindo!!!

Parábolas e Fábulas são contadas de geração em geração e tem como atributo principal fazer-nos refletir sobre nossas atitudes e comportamentos.



Em sua maioria trazem, em seu conteúdo, lições de moral relacionadas ao comportamento humano com o próximo.



O objetivo deste blog é divulgar as muitas parábolas e fábulas contadas pelo mundo, bem como colaborar para que nos tornemos mais sábios e preparados para encarar a vida e seus desafios.



Boa Leitura!!!



quarta-feira, 26 de março de 2014

O sentido da Vida

O Sentido da Vida - Bradley Trevor Greive


Não importa como você olha, a vida é estranha. Muito estranha. Por exemplo: é um fato inquestionável que somos todos feitos exatamente da mesma substância das formas de vida mais inteligentes, criativas e magnificas do Universo. Isso inclui batatas, lesmas e suflê de chuchu (eca), o que talvez explique por que tantas coisas na vida não fazem sentido.
Para começar, por que nos impressionamos e ficamos tão obcecados com coisas e feitos de grandes dimensões, quando na verdade são coisas pequeninhas que, combinadas, tornam as grandes coisas possíveis?
Por que tentamos criar nossos próprios mundinhos para ter a ilusão de que controlamos completamente nossa existência, quando sabemos muito bem que não controlamos?
Por que afirmamos a toda hora que a individualidade é a essencia da nossa maneira de ser, e depois aceitamos um grau degradante de conformismo em quase todos os aspectos das nossa vidas?
Por que as crianças acreditam em fadas e "gente grande" não?
E por que nos grilamos tanto com as nossas discordâncias, quando de fato são as nossas diferenças que tornam a vida interessante ?
Afinal, se metade do mundo está sempre de cabeça para baixo, seria impossível todos concordarem sobre tudo. Mesmo algo tão básico e profundo "não mastigue com a boca aberta" é uma regra menos universal do que você poderia imaginar.
Por que será que quando as paixões se inflamam a gente opta por discutir e brigar, se quando dançar um 'cha-cha-cha' é muito menos estressante, muito mais agradável e alivia a tensão do mesmo jeito?
Por que gostamos de sentir que somos membros de de uma espécie, e ao mesmo tempo construimos tantas barreiras defensivas em torno dos nossos sentimentos que nunca conseguimos ser realmente próximos de alguém?
Talvez a confusão exista porque a vida nem sempre é o que parece.
Como espécie, somos obcecados pela aparência. Usamos filtros para só ver o que queremos ver. Quando finalmente abrimos os olhos, podemos nos chocar com o modo obscuro com que olhávamos o mundo de acordo com nossos planos mesquinhos. Sem os filtros, você poode olhar com mais clareza para você mesmo e fazer perguntas objetivas sobre o universo e o seu lugar nele. Em outras palavras, investigar o sentido da vida. Afinal, do que se trata a vida?
Bem, já se ouviu muito que a vida é uma viagem. Mas uma viagem para onde, exatamente?
Há quem diga que o sentido da vida é adquirir sabedoria. Se isso é verdade, por que os sábios costumam se vestir tão mal?
Outros dizem que a vida não tem sentido. Que a vida apenas "é". Coisa profunda. E há os que digam que só estamos no mundo para ter uma familia. Afinal, a necessidade de deixar descendentes em seu lugar está no mapa genético de todo o ser vivo. No entanto, isto significa que toda a nossa existência é determinada pelo impulso sexual. Tudo bem, um fim de semana prolongado pode ser, mas toda a nossa existência? Sei não.
Aliás, chegue um pouco mais perto, tenho um segredo para lhe contar.....

TODA ESTA CONVERSA É COMPLETAMENTE IMBECIL!!!!!!!!!!!!!

O único tema que ressoa em todas as muitas teorias populares sobre a vida é o amor. O amor, em todas as suas frágeis formas, é a força poderosa e duradoura que dá sentido real a todos as vidas. Claro que não estou falando do amor romântico, tipo "beijinho-beijinho", embora este também seja uma força poderosa. É sabido que um coração partido dói muito mais do que suco de limão num corte no dedo feito com papel. Mas o amor a que me refiro é o fogo que queima dentro de cada um, o calor interno que impede a nossa alma de congelar nos invernos de desesperança. E o amor á vida em si. E a voz que diz: "Celebre a vida, seja criativo!" E traz a paixão e a compreensão de que, se há coisas pelas quais vale a pena morrer, há muito mais coisas pelas quais viver. É o que nos encoraja a receber cada novo momento como se recebe um velho amigo no aeroporto, a abraçar cada nova oportunidade de expressar a nossa felicidade por estar vivo. Este amor à vida nos leva a ajudar os outros simplesmente porque nos sentimos bem fazendo isto. Todos sabemos como é maravilhoso se sentir confiável e dar apoio a familiares e amigos (claro , dentro de certos limites).
Mas, por mais que soe verdadeiro falar que "estamos aqui para viver a vida que amamos", isto ainda traz um monte de perguntas pegajosas.
Especificamente: por que, exatamente, você esta aqui? O que você ama de verdade?
Quem não se faz essas perguntas invariavelmente passa a vida sem saber por que ela não é muito mais divertida.
Muitas vezes se sente como se tivesse sido deixado para trás, ou não sabe como explicar, mas sente que alguma coisa simplesmente não cheira bem. A verdade é que frequentemente nos concentramos tanto no que estamos fazendo que não vemos para onde estamos indo.
Mas o que estamos fazendo, afinal? O mundo moderno está cheio de distrações, metas e prioridades discutíveis.
O dia e a noite se confundem. Somos impelidos por uma alavanche de medos e desejos para uma corrida que não podemos vencer. E corremos, corremos, corremos para chegar a um ponto ideal nas nossas vidas e... E o que?
É como ir ao supermercado, sair do carro e esquecer o que você tinha ido comprar. Tantas vezes começamos sonhando com uma vida maravilhosa, selvagem e livre que geralmente é muito distante da que acabamos levando.
E o triste é que quase sempre descobrimos isso tarde demais, quando é impossivel recomeçar. E, acredite, existem algumas sensações terríveis neste mundo. Como a culpa por ter passado o dia inteiro sem fazer nada, ou o arrependimento por não ter ajudado um amigo num momento difícil, e vergonha do tipo "não acredito que eu fiz aquilo no nosso primeiro encontro! ".
Mas, de todas as sensações que deixam você doente, nenhuma é pior do que saber que teve a oportunidade de fazer o que ama de verdade e não aproveitou.
Portanto, qual é a sua paixão? A razão por que você veio ao mundo ? A resposta a estas perguntas lhe dará acesso ao grande mistério da vida. E bota grande nisso.
Aqui vai algumas pistas para você encontrar o caminha certo. Para começar, ninguém vai fazer isso por você. É como andar o tempo todo com um cartaz nas costas dizendo: "Me chuta". Você tem que descobrir isso sozinho.
Também é pouco provável que um dia você seja iluminado por uma luz brilhante e seu objetivo na vida lhe apareça como uma visão divina, e com certeza você não o encontrara na televisão.
Sim, é remotamente possível que um dia o sangue corra para o seu cérebro e lhe permita chegar a uma conclusão sem muito trabalho, mas o melhor é passar um bom tempo sozinho, se fazendo perguntas difíceis.
Este exercicio não é dos mais duros, só requer honestidade. Fácil como "levante a mão se você acha que pode aproveitar melhor a vida".
Também se trata de chegar à essência do que verdadeiramente importa. Não interessa quem mexeu no seu queijo- se pergunte por que você estava procurando queijo.
Para algumas pessoas isto significa apenas procurar os momentos bonitos e autênticos da vida e construir um plano em torno deles. Para outras, será como olhar para um abismo.
Em casos extremos, introspecção em excesso pode fazer o cerébro inchar e atingir dimensões perigosas. Confie em mim: vale o risco. Se você se fizer as perguntas importantes e ouvir atentamente o seu coração, cedo ou tarde ouvirá o destino lhe chamar.
Uma pequena voz - chame-a de consciência, de "eu" interior ou de sogra introjetada - sempre lhe dirá a verdade, se você estiver pronto para ouvi-la.
A principio, você apenas se dará conta de como a sua vida não sai do lugar. (Ei, bem-vindo ao clube). Depois descobrirá que sabe o que realmente quer, mas não sabe como conseguir.
Logo, no entanto, baterá na sua testa. Como quando você está a meio caminho da praia e subitamente se lembra que deixou o ferro ligado. E quando você tiver certeza, ou apenas suspeitar, que sabe o que deveria estar fazendo com a sua vida, então faça! Nem que seja um salto no escuro, do qual já aterrissará correndo, pois não tem um segundo a perder.
Apesar dos nossos sentimentos de invencibilidade e imortalidade, nossa existência é muito mais frágil do que podemos imaginar.
Ponha a mão no peito e sinta as batidas do seu coração. Esse é o relógio da sua vida tiquetaqueando a contagem regressiva do tempo que lhe resta. Um dia ele parará. Isso é cem por cento garantido e não há nada que você possa fazer a respeito.
Portanto, não dá para perder um único precioso segundo. Vá atras do seu sonho com energia e paixão, ou então recue e veja-o escorrer pelo ralo.
Se você passa o tempo todo em cima do muro, acabará não indo a lugar algum no pouco tempo que lhe resta. (Sem falar, claro, no perigo das farpas em lugares inconvenientes).
Como dizem, "não se salta uma fenda em dois pulinhos".
É preciso coragem e dedicação para viver os seus sonhos. (Claro, também é preciso lembrar onde acaba a coragem e começa a estupidez).
A verdade é que nos todos nascemos com potencial para a grandeza, abençoados com oportunidades para alcançar novas e estonteantes alturas. Mas , tristemente, muitos de nós são preguiçosos demais, preocupados demais com que os outros possam pensar, com medo demais de mudanças, para abrir suas asas e usar todos os seus talentos. É importantissimo fazer o que deixa feliz - e da melhor maneira possível. Não importa que seja fazer bolas de neve, prender a respiração debaixo d'água, cantar, ou conseguir efeitos dramáticos com um secador de cabelo. Só o que interessa é que você se sinta bem com o que está fazendo.
Tenha sempre em mente que, faça o que você fizer, os enganos são parte da vida. Não perca tempo se castigando por erros do passado. Não fique ruminando se está ou não fazendo a coisa certa. Você sempre saberá a resposta no seu coração.
Em vez de desanimar, lembre-se sempre de que rejeição e resistência são inevitáveis quando se faz algo muito importante ou especial.
Quando você se propoe a realizar seus sonhos, muitos tentarão detê-lo (incluindo os que mais amam você).O que não falta neste mundo são pessimistas lamentáveis, que desistiram dos seus sonhos, para lhe dizer: "Não perca seu tempo, você nunca conseguirá". Como todo mundo, você terá alguns dias melhores do que outros. De vez em quando, tudo parecerá uma grande zona de perigo. As pessoas olharão para você com estranheza quando souberam o que você está tentando atingir, e você começará a ouvir seus detratores e a ter dúvidas. Mas aconteça, o que acontecer, não desista! Lembre-se de que todos têm dificuldades. É incrivelmente cansativo passar dias fazendo coisas que não nos agradam ou sequer nos interessam. Mas, se você perseguir o seu sonho, pelo menos se cansará fazendo o que mais gosta. Você pode achar que nada disto significa muito no grande esquema global de coisas. Mas, acredite: significa.
Quando você tirar tudo que puder da sua vida, saboreando cada gota, isto mudará tudo á sua volta, de ordinário para extraordinário.
Quando estiver fazendo o que ama, você se levantara de manhã cheio de animação para enfrentar o começo de cada dia e estará tomado de uma alegria sincera altamente contagiante.
Do mesmo modo que, ao dar uma boa risada, faz outro começar a rir, e outro, até que estão todos rindo tanto que começam a lacrimejar, ter dor de estômago e dificuldade em respirar.
Mas,melhor do que tudo, fazendo coisas que enroscam os seus bigodes de prazer (presumindo-se, claro, que você tenha bigodes), você inspirará outros a irem atrás de seus sonhos, e é assim, meu amigo, que se transforma o mundo!!!!!
Sabe de uma coisa? Mesmo que você cometa enganos e esteja errado sobre quase tudo, ainda assim sua vida será uma aventura fantástica e divertida, você dormira cada noite sabendo que fez o que podia e isso fez diferença, e acordará a cada dia antecipando um futuro tão belo e excitante quando puder imaginar.
E sabe de outra coisa? Se você ouvir seu coração e usar a c