Bem Vindo!!!

Parábolas e Fábulas são contadas de geração em geração e tem como atributo principal fazer-nos refletir sobre nossas atitudes e comportamentos.



Em sua maioria trazem, em seu conteúdo, lições de moral relacionadas ao comportamento humano com o próximo.



O objetivo deste blog é divulgar as muitas parábolas e fábulas contadas pelo mundo, bem como colaborar para que nos tornemos mais sábios e preparados para encarar a vida e seus desafios.



Boa Leitura!!!



segunda-feira, 3 de março de 2014

Reportando-se

Uma vez um sacerdote estava caminhando pela igreja ao meio-dia.
Ao passar pelo altar decidiu parar para ver quem havia ido  rezar.
Nesse momento  abriu-se a porta, o sacerdote franziu o cenho para ver um homem aproximando-se pelo corredor.
O homem estava sem  barbear-se havia vários dias, vestia camisa rasgada e o  agasalho gasto cujas bordas começavam a desfiar. O homem se ajoelhou , inclinou a cabeça, e em seguida se levantou e saiu.
Durante vários dias o mesmo homem sempre ao meio-dia entrava na igreja carregando uma maleta, se ajoelhava brevemente e em seguida se levantava e saia.
O sacerdote, um pouco temeroso, começou a suspeitar de que se tratasse de um ladrão, por isso um dia ficou na porta da igreja e quando o homem se dispunha a sair lhe perguntou:
- O que o senhor faz aqui?
O homem disse que trabalhava perto e tinha meia hora livre para o almoço e aproveitava esse momento para orar.
- Só fico uns instantes, sabe, porque a fábrica fica um pouco longe.
Então, somente me ajoelho e digo:


"Senhor, só vim novamente para contar-Te quão feliz me fazes quando me livras de meus pecados. Não sei rezar muito bem, mas penso em Ti todos os dias. Jesus, este é Jim  reportando-se.
O padre, sentindo-se um tolo disse a Jim que estava bem e que era bem-vindo à igreja quando quisesse. O sacerdote se ajoelhou ante o altar, sentiu derreter-se seu coração com o grande calor do amor e encontrou Jesus.
Enquanto lágrimas corriam por seu rosto, em seu coração repetia a súplica de Jim.
"Só vim para dizer-Te , Senhor, quão feliz fui desde que Te encontrei através de meus semelhantes e me livraste de meus pecados. Não sei muito bem como orar, mas penso em Ti todos os dias. Jesus, sou eu me reportando."
Certo dia, o sacerdote notou que o velho Jim não viera. Os dias se passaram sem que Jim voltasse para rezar.
Continuou ausente, pelo que o padre começou a se preocupar, até que um dia foi à fábrica a perguntar por ele. Ali lhe disseram que ele estava doente e apesar de que os médicos estivessem muito preocupados por seu estado, ainda acreditavam que tinha chance de sobreviver.
A semana que Jim esteve no hospital trouxe muitas mudanças. Ele sorria o tempo todo e sua alegria era contagiante. A enfermeira-chefe não podia entender porque Jim estava tão feliz, já que nunca havia recebido nem flores, nem cartões, nem visitas.
O sacerdote se aproximou do leito de Jim com a enfermeira e esta lhe disse enquanto Jim escutava:
- "Nenhum amigo veio visitá-lo, ele não tem a quem recorrer."
Surpreendido, o velho Jim disse com um sorriso:
- A enfermeira está equivocada, mas ela não pode saber que todos os dias, desde que cheguei aqui, ao meio-dia, um querido amigo meu vem, se senta aqui na cama, segura minha mão, se inclina sobre mim e me diz:
- Só vim para te dizer, Jim, quão feliz fui desde que encontrei tua amizade e te livrei de teus pecados. Sempre gostei de ouvir suas súplicas, penso em ti todos os dias. Jim, este é Jesus reportando-se."